A Postura e suas alterações

Uma boa postura é importante por que ajuda o seu corpo a funcionar de uma maneira mais natural, executando de forma eficiente os movimentos e mantendo uma sensação de bem estar.

E, antes de começar a falar sobre Postura, eu gostaria de saber de você, meu querido leitor: Como está a sua postura neste exato momento?

Ihh, peguei pesado? Então, foi uma surpresa para você mesmo poder analisar que às vezes, deixamos de nos posicionar de maneira adequada, por uma questão de conforto momentâneo, e passamos a compromenter a coluna. E temos que tomar muito cuidado para isto não se tornar um hábito do cotidiano.

A repetição e o esforço contínuo em posturas incorretas são os principais motivos para as dores musculoesqueléticas e a possíveis desvios posturais.

Para uma boa postura, é necessário criar hábitos posturais saudáveis e praticá-los no dia a dia, tais como: carregar peso, posições para dormir, como sentar, vestir as roupas, e, além disso é claro, exercitar-se sempre.

Seguem algumas dicas para manter a postura de maneira correta:

  • Durante cada dia, concentre-se em manter suas três curvas naturais da coluna em alinhamento equilibrado;
  • Faça exercícios regularmente: o exercício fortalece e torna os músculos mais flexíveis, e isto o mantêm em uma boa postura;
  • Use sapatos confortáveis. Usar saltos de forma exagerada desestrutura a forma do pé e prejudica as curvaturas da coluna;
  • Caminhe corretamente, o queixo deve manter-se de maneira paralela ao chão, os pés apontando para onde você vai;
  • Mude. Não fique em uma mesma postura um período longo de tempo. Se está muito tempo sentado, levante-se, alongue…;
  • Pratique isto diariamente! Garanta uma boa postura HOJE!

*Vamos conhecer um pouco mais sobre a coluna*

Desenvolvimento das curvaturas fisiológicas da coluna

Quando uma criança nasce, ela possui uma única curvatura na coluna conhecida como cifose contínua, é uma concavidade anterior . Conforme esta criança começa a movimentar-se o pescoço, se orientaando e observando ao seu redor, por volta dos 3 meses, vai se formando a lordose cervical. E quando, por volta do 6º ao 8º mês, esta criança começa a rolar  e a sentar, ela adquire a lordose lombar. Tornou-se conhecida então, como primária a cifose toráccica e sacroccígena, por possuírem essa concavidade desde o estado embrionário. Sendo assim, as curvaturas de concavidade posterior foram chamadas de lordoses, que são as curvaturas secundárias, e são elas: lordose cervical e lordose lombar. (O’RAHILLY E MULLER 1980 apud TEIXEIRA, 2008)

Ao se tornarem adultos, ou, ao final do crescimento, as curvaturas da coluna devem apresentar um grau de curvatura, dentro dos limites considerados normais. São considerados limites de normalidade os ângulos das curvas que permitem uma vida saudável e sem dor (Vanicola, 2004)

Principais alterações posturais

Hipercifose torácica

A hipercifose torácica é um aumento da curvatura fisiológica da coluna torácica.  Nesta situação há uma anteriorização da cabeça, projeção dos ombros para frente e para baixo, encurtamento do músculo peitoral maior, hipo ou hiperlordose lombar, veja a imagem seguir.

Hipercifose torácica

Hiperlordose lombar

A hiperlordose lombar ocorre quando há um aumento fisiológico da curvatura lombar. Neste caso, os músculos da região lombar são enfraquecidos e insuficiência de abdominais e glúteos. A flexão do tronco alivia a dor, de modo que a pessoa que tem hiperlordose prefere a posição sentada ou deitada.

Hiperlordose lombar

Escoliose

É o desvio lateral da coluna vista do plano frontal. Há desnivelamento de ombros, escápulas, acentuação da prega lombar. A progressão dessa curvatura depende, em parte, da idade em que ela se inicia e a magnitude do ângulo da curvatura durante o período de crescimento na adolescência, pois é este o período onde há uma maior progressão do aumento da curvatura.

Imagem da coluna escoliótica e coluna normal

Referência Bibliográfica

TEIXEIRA, L. Atividade física adaptada e saúde: da teoria à prática. São Paulo, 2008. Ed. Phorte

VANICOLA, M, C. Validação de dois métodos de análise postural. São Paulo, 2004. Dissertação (Mestrado em Biodinâmica do Movimento Humano) – Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo

Sobre Profª. Joziane Teixeira Santos

Profissional de Educação Física graduada pela UNEC (Centro Universitário de Caratinga – Campus Nanuque) em 2009. Especialista em Atividade Física Adaptada e Saúde pela UGF (Universidade Gama Filho). Atua como professora em escolas públicas estaduais de Minas Gerais na cidade de Nanuque além de ministrar aula de Ginástica Laboral no FRISA (Frigorífico Rio Doce S/A), Karatê infantil e Ginástica para mulheres.
Esse post foi publicado em Categorias e marcado , . Guardar link permanente.

3 respostas para A Postura e suas alterações

  1. luzimar teixeira disse:

    Oi
    Parabens! Escreva mesmo! Oriente sempre, mostre a especialista que voce é!!!
    beijos
    Luzimar

  2. patricia matos disse:

    Muito bom .Realmente é fundamental saber nos posicionarmos durante nossas tarefas diárias.Na verdade deveríamos aprender isso desde criança, assim não nos tornaríamos tão dependentes de tratamentos e remédios.A qualidade de vida muda com a utilização de uma postura correta diariamente.Vamos gente que ainda há tempo de corrigir e melhorar nossa postura.

  3. Marilene Martinho disse:

    Parabéns prima! Li, gostei muito, é aprendizado… A leitura me levou a uma reflexão do quanto a gente erra em relação a postura no nosso cotidiano. Ainda há tempo p/ praticar hábitos posturais saudáveis e melhorar a qualidade de vida. Grande beijo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s