Ginástica Laboral

A prática de atividades físicas frequentes influenciam numa melhor qualidade de vida, e, visando este aspecto, uma das modalidades que vêm sendo descobertas para se trabalhar em diferentes situações é a Ginástica Laboral.

Mas o que vem a ser isto?

A ginástica laboral é uma atividade realizada no ambiente de trabalho direcionada à musculatura mais requisitada durante as tarefas, preparando o organismo para o trabalho físico, promovendo a manutenção e normalização do tônus muscular e também compensando e relaxando, sendo assim, um forte aliado à luta contra doenças ocupacionais geradas pela LER (Lesões por Esforço Repetitivo)  e DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho).

Quando começou?

A história da GL não é tão recente, teve seus primeiros registros na Polônia em 1925, sendo difundida para outros países após a Segunda Guerra Mundial.

No Brasil, sua primeira manifestação foi registrada em 1901, mas a GL teve sua proposta inicial puplicada em 1973. Algumas empresas começaram a investir em empreendimentos com opções de lazer e esporte para funcionários, como a Fábrica de Tecido de Bangu, a pioneira e o Banco do Brasil, com a posterior crianção da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB).

Capacidade Funcional

O objetivo da GL é proporcionar ao funcionário uma melhor utilização de sua capacidade funcional através de exercícios de alongamento, prevenção de lesões ocupacionais e dinâmicas de recreação. Para isto, deve-se respeitar as condições físicas da empresa, onde serão realizadas as atividades e o mais importante, que é avaliar cada funcionário em particular de forma criteriosa.

Dentre as lesões mais freqüentes podemos citar:

  • Na coluna cervical: síndrome da tensão cervical e síndrome do desfiladeiro torácico;
  • No ombro: tenossinovite do bíceps e tendinite do músculo supra-espinhoso;
  • No cúbito (cotovelo): epicondilites;
  • No punho: tenossinovite dos flexores do punho e dedos, tenossinovite dos extensores do carpo e dedos, tendinite de Dequervain e síndrome do túnel do carpo;
  • Na mão: fascite palmar e miosite dos lumbricais.
  • Outros problemas na coluna como: hipercifose torácica, hiperlordose, escoliose, entre outros.
  • Encurtamentos musculares.

Benefícios para a empresa:

A Ginástica Laboral é responsável pela  redução de despesas por afastamento médico, acidentes e lesões, melhorando a imagem da instintuição perante os funcionários e a sociedade, além de aumentar a produtividade e qualidade.

FONTE = www.supportesaude.com.br

Sobre Profª. Joziane Teixeira Santos

Profissional de Educação Física graduada pela UNEC (Centro Universitário de Caratinga – Campus Nanuque) em 2009. Especialista em Atividade Física Adaptada e Saúde pela UGF (Universidade Gama Filho). Atua como professora em escolas públicas estaduais de Minas Gerais na cidade de Nanuque além de ministrar aula de Ginástica Laboral no FRISA (Frigorífico Rio Doce S/A), Karatê infantil e Ginástica para mulheres.
Esse post foi publicado em Categorias e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para Ginástica Laboral

  1. Thaiane Moreira disse:

    Adorei.A minha turma fez uma palestra com esse tema para funcionários de uma empresa e eu realmente compreendi que a GL é de fundamental importância tanto para os funcionários quanto para a empresa em questão.O tema foi muito bem escolhido. Bjo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s